MSN Forbes BrasilMSN Forbes Brasil
Forbes Brasil
Atualizado: 09/02/2014 | Por Rodrigo Augusto Vieira- Forbes Brasil

Profissionais do setor financeiro encontram dificuldades para entrar na indústria, diz especialista

Principal causa de empecilho é salário baixo e falta de bônus substanciais, como acontece no mundo das finanças


ThinkStock

ThinkStock

É um movimento muito comum no mercado: profissionais do setor financeiro tendem a procurar a indústria. A rotina de deadlines, cobranças periódicas de metas, atenção extrema a números podem ser fáceis para alguns, mas a maioria se cansa e tende a procurar maior qualidade de vida, o que o lado de lá pode oferecer.

“Nós ouvimos muito esse tipo de reclamação. Eles ficam em frente a computadores lidando com números o dia inteiro”, afirma Felipe Brunieri, headhunter da Talenses, empresa de recrutamento de executivos, especialista de recrutamento em finanças.

O principal atrativo do financeiro é o salário, geralmente com acréscimo de bônus agressivos a cada trabalho bem sucedido. É aí que entra o problema. Em princípio, os funcionários aceitam a migração em busca de menos pressão, ainda que com redução de benefícios, porém, posteriormente acabam se arrependendo da escolha. Dessa maneira, os RHs das empresas estão cada vez mais reticentes em avaliar candidatos das instituições financeiras.

“A remuneração dos profissionais na indústria é menor na maioria dos casos”, analisa o especialista. “No começo as pessoas aceitam a transição, mas isso em médio e longo prazo acaba se esvaindo. O profissional sente falta do antigo salário acrescido de bônus. Por fim, muitos deles se frustram e mostram o desejo de regressar ao mundo das finanças.”

Outro motivo pelo qual os profissionais financeiros têm maior recusa de RHs é em relação à rotina de trabalho. Enquanto o setor financeiro possui um processo de trabalho individual e mais regrado, com horários definidos e prazos e metas reduzidos, na indústria o funcionário encontra um ambiente de trabalho coletivo, de relação líder e subordinado.

De acordo com Brunieri, “o indivíduo do setor de finanças não vai sair de seu trabalho para aceitar qualquer cargo em uma empresa. Os RHs já projetam esse tipo de pessoa para cargos de liderança e, a habilidade de liderar não é para qualquer um. É preciso ter experiência para comandar e trabalhando tanto tempo individualmente fica complicado desse espírito ser desenvolvido.”

Quem se dá bem na transição

Salvas algumas exceções, o profissional bem sucedido na migração finanças-indústria tem um perfil definido. “As empresas aproveitam esses indivíduos para trabalhar na tesouraria, que é onde ele estará aproximado de suas especialidades”, afirma Felipe. “E eles geralmente migram para agronegócios, setor energético, trabalham com commodities. São áreas de captação de recursos similares, de longo prazo.”

O especialista ainda afirma que, quando dá certo, a transferência de especialistas no setor financeiro agradam muito a gestores da indústria. “Muitas vezes pode funcionar ainda mais do que profissionais feitos para aquele cargo. Depende da dedicação de cada um também.”

Siga a FORBES Brasil no Twitter (@forbesbr), no Facebook (ForbesBrasil) e no Instagram (@forbesbr).

Assine a revista impressa, em www.assineforbes.com.br

MSN Forbes BrasilMSN Forbes Brasil

vídeos

MSN Brasil no Facebook

para cimapara baixo

msn fotos

Ataques de tubarões amedrontam (©Corbis)
Ataques de tubarões amedrontam

Você já viu?.

  • Confronto em SP

    Centro foi palco de luta entre sem-teto e PM em reintegração; famílias reivindicam caminhões

  • Patrícia Poeta deixa 'JN'

    Renata Vasconcellos vai assumir a bancada dia 3 de novembro; relembre outros apresentadores

  • Futebol

    No 'Fifa 15', Neymar é somente o 30º melhor jogador do mundo; veja a lista com todos aqui

  • Cães

    Animais têm um jeitinho de falar o que sentem; entenda significado dos gestos do seu cãozinho

  • Filhotes

    Zoológico na França cria concurso para batizar pandas-vermelhos; veja as opções de nomes

Shopping

  • KaBuM!

    GoPro HERO3+ Silver Edition - 12 x R$137,33

  • Saraiva.com.br

    Apple Intel Core i5 4096 MB - 18 x R$172,17

  • Wal-Mart

    Notebook Samsung NP275E4E - 10 x R$99,80